Noticias / As 20 empresas que mais lucraram no 1º trimestre de 2017

17/05/2017

As 20 empresas que mais lucraram no 1º trimestre de 2017

Autor: Infomoney

O Setro financeiro foi o que mais lucrou no primeiro trimestre de 2017, conforme mostra estudo divulgado na última segunda-feira (15) pela consultoria Economatica. Segundo o levantamento, os 18 bancos com ações listadas na bolsa registraram ganhos consolidados de R$ 15,46 bilhões – o que equivale a um salto de R$ 1,15 bilhão (8,1%) em comparação com o mesmo período no ano anterior. Apesar de uma queda de 4% no lucro entre janeiro e março no comparativo anual, com metade dos setores analisados registrando uma piora no resultado, considerando-se esse quesito.  

Para o estudo do desempenho geral das S.A.s, foram consideradas toadas as empresas que apresentam seus demonstrativos trimestrais à CVM (Comissão de Valores Mobiliários). O levantamento desconsiderou Petrobras (PETR3; PETR4), Eletrobras (ELET3), Vale (VALE3; VALE5) e Oi (OIBR4), já que a variação de lucro dessas empresas no período distorceria o estudo geral das empresas devido à elevada variação. Com essas empresas, o lucro de 232 companhias no primeiro trimestre seria de R$ 43,8 bilhões, contra R$ 30,9 bilhões no mesmo período de 2016, o que equivaleria a um crescimento de R$ 12,9 bilhões (41,8%).  

O lucro acumulado de 228 empresas com ações listadas na bolsa foi de R$ 30,3 bilhões no acumulado dos três primeiros meses deste ano foi de R$ 30,3 bilhões, o que corresponde a um recuo de R$ 1,26 bilhão. Somente dois setores registraram prejuízo consolidado no período: construção, com R$ 216,7 milhões, e comércio, com R$ 113,6 milhões. No período, metade dos 24 setores avaliados apresentaram queda de lucratividade na comparação anual, sendo Papel e Celulose o segmento mais afetado, com a variação negativa de R$ 1,80 bilhões.  

Do lado das empresas, a Vale (VALE3; VALE5) foi a empresa que mais lucrou no primeiro trimestre deste ano, com resultado de R$ 7,89 bilhões, em um crescimento de R$ 1,58 bilhão (25%) em comparação com o mesmo período em 2016. A segunda mais lucrativa foi o Itaú Unibanco (ITUB4), com R$ 6,05 bilhões e que teve crescimento de R$ 868,85 milhões (16,76%).



Novidades

Inscreva-se para receber nossa Newsletter e fique por dentro do que está acontecendo no Brasil e no Mundo.